sábado, fevereiro 05, 2011

O (des)equilíbrio do Planeta Terra

Alonso Miguel (Opinião)

Ninguém consegue ficar indiferente à sequência impressionante de catástrofes naturais e intempéries que têm ocorrido ultimamente no nosso planeta. Desde estações do ano mal definidas, passando por sismos de grande escala e tsunamis, furacões e tempestades, secas prolongadas, chuvas torrenciais e cheias catastróficas. O facto é que todos estes fenómenos têm tido duas consequências nefastas sincrónicas: São "responsáveis" pela morte de milhares de pessoas e por prejuízos financeiros colossais.
Fazendo um balanço dos últimos dez anos, e considerando apenas as catástrofes mais mediáticas, destacam-se as grandes cheias na Europa, em 2002; a onda de calor na Europa e o sismo em Bam (Irão), em 2003; o tsunami que atingiu a ilha de Sumatra (Indonésia), em 2004; o furacão Katrina, que atingiu Nova Orleães (EUA), e o sismo que abalou o Paquistão, em 2005; o terramoto em Java e o deslizamento de terras nas Filipinas, em 2006; o terramoto em Ica (Peru), em 2007; o ciclone Nargis que devastou Mianmar, em 2008; e, por fim, o sismo de Áquila (Itália), em 2009.
São, de facto, perturbantes os acontecimentos referidos. Contudo, analisando o ano de 2010, e comparando-o com anos anteriores, temos uma perspectiva no mínimo aterradora. Ocorreram cerca de 950 catástrofes naturais das quais resultaram quase 300 mil mortos e mais de uma centena de biliões de euros de prejuízo. Enumerando apenas as mais devastadoras e emblemáticas, por ordem de ocorrência, verificou-se, em 2010, um sismo catastrófico no Haiti; o grande sismo do Chile (o tal que, segundo a NASA, até deslocou o eixo de rotação da Terra); a erupção do vulcão Eyjafjallajoekull na Islândia; as intensas chuvas e cheias na China; além das inúmeras cheias que ocorreram por toda a Europa. Ainda no "velho" Continente deflagraram numerosos incêndios, registaram-se intensas vagas de calor e de frio e fortes nevões. Mais recentemente fomos assolados com as grandes cheias no Brasil e na Austrália.
Também em Portugal se apanharam alguns "sustos", principalmente devido aos imensos incêndios que ocorreram no Verão, mas também pelas intempéries na Madeira e a tromba de água que afectou a freguesia da Agualva, na ilha Terceira, para além dos mini-tornados que "varreram" Lisboa e Tomar.
Após esta revisitação dirão os mais "crentes" que tudo isto é apenas o cumprir de profecias e que caminhamos para o dia do julgamento final (tal como se tenta ilustrar no filme 2012) e para o fim do mundo tal como o conhecemos... Talvez não! Porém, no outro extremo, dirão os mais cépticos que tudo isto é completamente normal e natural e que se recuarmos no tempo encontraremos períodos com catástrofes naturais idênticas ou até piores. Dirão ainda outros que, actualmente, o impacto destes eventos catastróficos é majorado pela grande capacidade de transmissão de notícias por parte dos meios de comunicação social. Talvez também não seja assim... Afinal, parece que cada um encontra um "conforto psicológico" naquilo que diz ou pensa acreditar.
Todavia, nalgumas coisas parecemos estar todos, ou quase todos, de acordo:
1 - O planeta está a mudar e as alterações climáticas globais são uma realidade, que se reflecte principalmente pelo aquecimento global;
2 - O Homem tem contribuído para essas alterações (Influência antropogénica);
3 - A relação frequência/intensidade das catástrofes naturais tem aumentado consideravelmente.
O planeta Terra é, no fundo, um mega ecossistema. Como qualquer ecossistema tem um determinado equilíbrio que não pode ser violado, sob pena de se ultrapassarem os limites da sua resiliência e capacidade de carga e a homeostasia dos seus sistemas biológicos. Resumindo, é necessário não comprometer a sustentabilidade natural do planeta. Quando o equilibro do sistema é perturbado, aumenta a probabilidade do seu "comportamento" se tornar caótico e aberrante, sendo assim também é maior a probabilidade de ocorrência de intempéries e catástrofes naturais.
É tempo de reduzir a nossa pegada ecológica no planeta e de encontrar soluções para tentar travar as alterações climáticas (um pouco à imagem do que se fez em relação ao "buraco do ozono") e repensar seriamente o ordenamento do território a uma escala local/global. Mas para isso é preciso haver envolvência e cooperação por parte dos decisores políticos, para que seja possível pôr em prática "planos" para garantir a sustentabilidade do planeta. Há que repensar o futuro e aperfeiçoar a relação entre a política e a ciência. A ciência já não é a solução para todos os males e a política já não é a ciência da organização da sociedade.
Há que ter respeito pela Terra, adaptando-nos às suas condições, numa co-evolução político-ambiental que garanta ao Homem maior conforto biofísico, respeitando os limites da natureza. Afinal, como disse o Chefe índio Seattle, líder do Susquamish, em carta aberta ao presidente dos E.U.A (Franklin Pierce): "a Terra não pertence ao Homem, o Homem é que pertence à Terra".

(*) Mestre em Engenharia do Ambiente

(In Açoriano Oriental)

4 Comments:

Blogger oakleyses said...

tiffany and co, christian louboutin shoes, polo ralph lauren outlet, coach purses, nike free, longchamp handbags, coach factory outlet, louis vuitton outlet, tiffany and co, louis vuitton, gucci outlet, kate spade handbags, louis vuitton outlet, true religion jeans, tory burch outlet, kate spade outlet, prada handbags, air max, michael kors outlet, chanel handbags, burberry outlet, ray ban sunglasses, oakley sunglasses, burberry outlet, prada outlet, nike shoes, michael kors outlet, longchamp outlet, louis vuitton handbags, ray ban sunglasses, coach outlet, jordan shoes, michael kors outlet, louboutin outlet, michael kors outlet, polo ralph lauren outlet, air max, michael kors outlet, michael kors outlet, coach outlet store online, louis vuitton outlet stores, oakley sunglasses cheap, oakley sunglasses, true religion jeans, louboutin, longchamp handbags, louboutin

11:43 da tarde  
Blogger oakleyses said...

hollister, louis vuitton uk, michael kors, sac burberry, true religion outlet, nike tn, vans pas cher, abercrombie and fitch, nike roshe run, nike air max, michael kors, louboutin, oakley pas cher, timberland, nike free pas cher, north face, nike trainers, polo ralph lauren, mulberry, ray ban pas cher, michael kors pas cher, new balance pas cher, ray ban sunglasses, air max, air force, barbour, sac longchamp, sac louis vuitton, vanessa bruno, lululemon, sac guess, sac louis vuitton, air jordan, sac hermes, louis vuitton, true religion outlet, nike free, air max, longchamp, hogan outlet, nike roshe, hollister, ralph lauren, north face, polo lacoste, air max pas cher, converse pas cher, nike blazer

11:43 da tarde  
Blogger oakleyses said...

hollister, herve leger, canada goose, insanity workout, nfl jerseys, canada goose, soccer jerseys, north face outlet, p90x, ugg, uggs outlet, canada goose, marc jacobs, new balance shoes, ugg pas cher, canada goose outlet, ferragamo shoes, canada goose uk, celine handbags, jimmy choo outlet, abercrombie and fitch, reebok outlet, mac cosmetics, longchamp, wedding dresses, ugg boots, beats by dre, mcm handbags, asics running shoes, ghd, giuseppe zanotti, babyliss pro, soccer shoes, canada goose jackets, ugg boots, ugg australia, lululemon outlet, birkin bag, mont blanc, north face jackets, nike huarache, nike roshe run, bottega veneta, chi flat iron, rolex watches, instyler, vans shoes, valentino shoes

11:58 da tarde  
Blogger oakleyses said...

montre homme, iphone 6 cases, thomas sabo, swarovski crystal, hollister clothing store, swarovski, lancel, rolex watches, moncler, ray ban, wedding dresses, air max, hollister, ugg, ralph lauren, coach outlet store online, pandora jewelry, converse, baseball bats, oakley, louboutin, juicy couture outlet, moncler, gucci, air max, pandora charms, hollister, moncler outlet, timberland boots, louis vuitton, toms shoes, juicy couture outlet, canada goose, vans, parajumpers, moncler, ugg, pandora charms, canada goose, moncler, moncler, links of london, converse shoes, moncler, supra shoes, karen millen

12:18 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home