sábado, fevereiro 05, 2011

EM ANGRA DO HEROÍSMO Festival de Tunas Ciclone contará com Espanha no cartaz

Os nomes ainda não foram avançados mas a comissão organizadora, T.U.S.A. – Tuna Universitas Scientiarum Agrariarum, da Universidade dos Açores, adianta que o VII Ciclone – Festival Internacional de Tunas Masculinas contará este ano com Espanha na representação estrangeira e cinco dos melhores grupos do género a nível nacional.
O evento decorrerá no Teatro Angrense, em Angra do Heroísmo, nos dias 17, 18 e 19 de Março, a partir das 21h, seguindo-se “after-party” no bar Havanna Clube, no Porto das Pipas.
Ao contrário do ano passado, a edição de 2011 do Ciclone – Festival Internacional de Tunas Masculinas contará com representação estrangeira. Espanha será o país convidado para participar no concurso que prevê reunir cerca de uma dezena de tunas e mais de uma centena de estudantes.
Para além da presença de “nuestros hermanos”, segundo o presidente da comissão organizadora, T.U.S.A. – Tuna Universitas Scientiarum Agrariarum, da Universidade dos Açores, o evento contará com cinco das melhores tunas do género a nível nacional.
“Isso reflecte a consagração do nome do nosso festival, que este ano conta já com a sua sétima edição, e, por isso, vai-se tornando cada vez mais fácil de trazer tunas do Continente”, declara Manuel Pinheiro, em declarações ao nosso jornal, sublinhando que “quanto mais prestigio tem um festival mais interesse surge por parte das tunas”.
No entanto, por questões relacionadas com a despesa financeira que a iniciativa acarreta, nomeadamente pela situação geográfica dos Açores, a comissão organizadora viu-se “obrigada” a recusar até agora cerca de cinco tunas interessadas em participar no Ciclone.
“O alojamento e a alimentação têm sido os principais problemas este ano”, revela Duarte Cunha.
A comissão organizadora explica que, ao contrário do que acontecia anteriormente, os apoios em dinheiro e em géneros sofreram cortes significativos, quer por parte dos serviços da Universidade dos Açores quer por parte de outras entidades que habitualmente contribuíam para a realização desse evento académico.
“Não por má vontade mas por razões ligadas à crise financeira que se faz sentir um pouco por todo o lado”, considera André Duarte.
Ainda assim, dizem, o entusiasmo permanece mostrando-se todos conscientes da contribuição da iniciativa para dar a conhecer a cidade de Angra do Heroísmo, a ilha Terceira e os Açores, respectivas cultura e tradição, num contexto nacional e internacional.
Por isso, dizem, a T.U.S.A. – Tuna Universitas Scientiarum Agrariarum da Universidade dos Açores mostra-se cada vez mais empenhada em fazer do Ciclone – Festival Internacional de Tunas Masculinas, um evento de referência no programa das festividades académicas.
À semelhança das edições anteriores, as tunas masculinas irão reunir a concurso no Teatro Angrense, em Angra do Heroísmo, nos dias 17, 18 e 19 de Março, a partir das 21h, seguindo-se o “after-party” no bar Havanna Clube, no Porto das Pipas.
Em termos de programa, os organizadores remetem para mais tarde os nomes das tunas a concurso e convidadas, aguardando ainda algumas confirmações.
Adiantam apenas que a festa e o convívio entre estudantes terão início na quarta-feira antes, dia 16 de Março.

Representar Portugal em terras espanholas

Entretanto, a T.U.S.A. – Tuna Universitas Scientiarum Agrariarum da Universidade dos Açores manifesta o seu contentamento na possibilidade de representar os Açores e o país no II Encuentro Mundial de Tunas, em conjunto com outras quatro representações de nacionalidade portuguesa.
Esse encontro, que engloba festival e certame de carácter competitivo, é organizado pela Tuna de Ciencias de Granada, em Espanha, e decorrerá em Almeria de 5 a 11 de Abril de 2011.
Trata-se da primeira deslocação ao exterior dessa tuna masculina açoriana que conta com oito anos de actividade.
“Tudo dependerá dos apoios financeiros dado que os transportes e a inscrição dos 34 elementos acaba por ser significativa na sua totalidade”, afirma o presidente do grupo Manuel Pinheiro.
Segundo Duarte Cunha, o programa da edição de 2011 do encontro mundial realizado em território espanhol prevê a participação total de 40 tunas, das quais apenas oito chegarão à final.
( In Sónia Bettencourt sonia@auniao.com )